Simplesmente Complicado (2009)

“Is it really necessary for you to always say no before you say yes?”

Regra número 1 de uma comédia romântica: Seja gostosa de assistir. E pronto. Não há necessidade de ser inovador, pois a maioria das comédias românticas possuem clichês, e nem por isso são menos assistidas. Clichês são legais por vezes. Entretanto, Simplesmente Complicado não se torna uma comédia clichezona 100%. Ela traz um roteiro diferente, e acima de tudo: Um trio impecável que deu super certo! Isso, considerando também que o filme tem um “quê” mais maduro, old fashion, e nem por isso ultrapassado (rola até uma maconha no meio). Eu nunca tinha visto uma comédia com Alec Baldwin, nem me dado conta do quanto o cara é obeso (e engraçado).  Steve Martin faz um papel menos babaca do que dos demais filmes já feito, porém ainda sim é digno. E Meryl Streep puts… ela é uma diva né?

A história é a seguinte:  Jane (Meryl Streep) está divorciada há 10 anos de seu ex-marido, Jake (Alec Baldwin). Este na época do divórcio, deu uma traição violenta em Jane, tendo um filho com Agnes, uma garota nova, sarada e com instinto piriguete… Jane e Jake tiveram 3 filhos e na formatura do garoto, o ex-casal acaba se apaixonando novamente, e Jake passa a ver sua ex-esposa com outros olhos.

Aos poucos você tem a impressão de que Jake começa a se arrepender de ter largado a família, e percebe que ele preferia envelhecer ao lado da Jane. Os dois começam a ter um caso, e a ex-esposa traída passa a ser amante (for fans \o/). Só que tem o Adam (Steve Martin) na história. Ele é o arquiteto de Jane e os dois começam a ter uma amizade meio colorida. Isso acaba dando uma desestabilizada ainda maior na cabeça de Jane.

As cenas hilárias são aquelas leves que garante algumas risadas, mas nada de doer o estômago. Com excessão claro, da cena do Notebook e de Alec Baldwin que apesar do tecido adiposo avantajado tem um charme durante o filme todo, garantindo muito carisma.

Simplesmente Complicado traz uma reviravolta numa história muito comum, que é a de um casamento que não deu certo. Jake solta no meio do filme a reflexão sobre como seria se as pessoas divorciadas tentassem de novo depois de anos, partindo desde o começo, tendo passado por todo o estress, quando já não resta mais a dor de cabeça do amadurecimento. Bom, tentar não significa exatamente que a segunda vez irá funcionar. Mas, tentar é bacana né? Reflexão no mínimo interessante…

Steve Martin
Anúncios

2 pensamentos sobre “Simplesmente Complicado (2009)

  1. Mesmo com três ótimos atores principais não me envolvi tanto.

    Claro que há bons momentos, mas no geral é um tanto sem sal.

    E o Alec Baldwin realmente é engraçado! Já viu ele no seriado 30 Rock? Muito bom!

    Abs!

  2. esse filme é d+… é engraçado, divertido, romantico, prende sua atenção e quando acaba rola um háááá, mas já??? =D
    Sou suspeita p fala pq simplesmente amooooo a Meryl Streep. Ela é d+, fantastica, divina aiaiaiai… deu vontade de ver novamente =D

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s