À Prova de Morte (2007)

“Did you hear me, Butterfly? Miles to go, before you sleep. “

Li numa critica de Rubens Ewald Filho sobre a proposta de Tarantino em fazer dois filmes (o outro, Planeta Terror, dirigido por Robert Rodriguez) no estilo B e C de baixíssimo custo, tosco até por cortes de câmera e atuação fraca de personagens.
Li também comentários de pessoas que acharam o filme uma grande porcaria e outros mais exagerados, dizendo ser a melhor coisa que já assistiu. Fato é que Tarantino não se deu muito bem com esse longa, e concertou o estrago depois com o sucesso de Bastardos Inglorios. Outro fato é que pra gostar deste filme, é necessário conhecer as demais obras de Tarantino. E se você já conhece e entende a proposta do filme, a verdade única é: filme Foda!

Claro que ele é tosco pra cacete, e não tem comparação com os demais longas do diretor. Entretanto, os cortes mal feitos, as interferências na imagem como riscos e linhas (que o próprio diretor resolve fazer, pegando a fita e dando umas arranhadas, e cortando fotogramas pra ter uma cara de filme maltratado) dá uma carinha boa, das que você bate o olho e deduz quem é o responsável disso tudo. Não só por isso, mas outros detalhes típicos dele, como as trilhas sonoras, os closes incomuns, partes em P/B e aquele clima de humor negro incansável, com referênciazinhas aqui e ali.

O Dublê Mike (Kurt Russel com cara de aposentado que há muito não trabalhava em filme algum) tem um carro a prova de morte que usa para apavorar e matar grupo de mulheres estradeiras. O filme é meio que dividido em duas partes. Como se fossem dois casos, mas um não sai igual como do primeiro, claro…

Sabe o que eu acho fenomenal nos filmes de Tarantino? Chega uma hora que você anseia pela violência. Você curte a cena e vibra como torcida de arena. Parece até meio instinto primitivo, mas na realidade, ele trabalha de uma forma que faz você ‘desejar’ a violência em uma determinada parte do filme. Foi assim em Kill Bill, Bastardos Inglorios e nesse então nem se fala. É uma vingança deliciosamente ironica e gostosa de ver… Não sei se eu sou uma sociopata, ou muitos que curtem Tarantino curte também por este fator. Qualquer coisa, me denunciem antes que eu resolva fazer testes com um Dodge 1970 (piada interna pra quem viu o filme =P).

Anúncios

6 pensamentos sobre “À Prova de Morte (2007)

  1. Pingback: Top 10 – Personagens de 2010 « Le Matinée!

  2. Após ter perdido sua exibição no Festival do Rio 2008 (até então única na cidade), finalmente consegui conferir. E valeu cada segundo! Tarantino mostra mais uma vez porque é um dos cineastas mais inventivos e autorais dos últimos anos. Extraordinário!

  3. Isso é fato. Quem não conhece Tarantino simplesmente se choca com a ciolência e acha o filme “não-hollywoodiano” fraco, estranho e ruim. Mas o grande charme dele é essa capacidade de reavivar instintos primitivos do ser humano. MATEMATEMATEATIREAPUNHALECORTEQUEIMEDESTRUA!!! Enfim, reitero que considerei esse filme sensacional. E terminando, em qual filme, além de “O vôo do dragão”, com Bruce Lee, é possível ver o tão famoso Chuck Norris’ Roundhouse Kick?

    PS: Natalia, se você vier com idéias de adquirir um Dodge 1970, vamos ter que conversar…

  4. Acho injustiça colocar esse filme do mesmo patamar de Pulp Fiction, Kill Bill e Basterds. Pq desde o início esse filme foi alternativo e experimental, nem estreiou em grande circuito nos EUA.

    Concordo com você que ele foi feito para os seguidores do Tarantino, e é muito mais apreciado por quem já assistiu (e gosta) dos demais filmes dele.

    Eu particularmente prefiro a segunda parte. Que incrível aquela sequencia toda em preto e branco, e do nada (acho que motivado por um som) as cores aparecem e o carro é um PUTA AMARELÃO phodastico, e as demais cores são vivas e bright.

    E aquela cena que as 4 conversam no bar? Deve ter uns 5 minutos SEM CORTES, elas conversam sem parar e a câmera fica girando em torno delas. Simplesmente D+!

    Na segunda parte também o Tarantino me lembra pq eu gosto dele. Depois de serem quase mortas pelo psicopata, vc pensaria que elas FUJIRIAM dele né….. mas nao, elas falam VAMO ATRAS DO FILHO DA PUTA E MATA ELE!!!!!!! UAHUAHUAHAUHA

    E a última cena é a melhor, vingança tarda mas não falha!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s