O Iluminado (1980)

O livro é um clássico. O filme é um clássico. E cada um é bom ao seu modo.

Li O Iluminado em uma semana, apesar de ser um livro relativamente longo. É um livro que realmente te prende do início ao fim. Stephen King definitivamente, sabe como escrever um livro. E confesso, senti mais medo lendo o livro do que assistindo o filme.

A história, para quem não sabe, é sobre um hotel amaldiçoado. O Hotel Overlook, construído aos pés de uma montanha no Colorado, teve muitos donos durante sua longa vida, e muitos casos estranhos de assassinatos e suicídios. Quando o hotel volta a fazer sucesso e lucrar, depois de um longo período de prejuízos, o escritor e professor Jack Torrance é contratado para ser zelador do hotel durante o inverno, quando o hotel é fechado por conta das grandes nevascas que assolam o lugar. Jack se muda então para o hotel com sua mulher Wendy e seu filho Danny, que possui poderes de prever o futuro, ler mentes e conseguir ver os fantasmas do Overlook como se estivessem vivos. Durante a estadia, o hotel começa a fazer a cabeça de Jack, (que já não estava muito boa por conta de sua abstinência ao álcool, seu gênio difícil e a culpa por ter quebrado o braço de seu filho anos antes), para que ele assassine sua família e dessa forma, ficar mais forte com o poder vindo de Danny, O Iluminado.

Stanley Kubrick pegou somente os pontos mais importantes do livro para sua versão cinematográfica, e fez algumas pequenas alterações para deixar mais impactante. A topiaria de animais do livro, se torna um labirinto feito de trepadeiras no filme, um pouco mais assustador na minha opinião. E as cenas de Danny passeando pelo hotel com seu triciclo, dando voltas e voltas, como se na próxima curva fosse aparecer uma criatura horrenda, realmente dá medo.

O filme é antigo, foi lançado no início dos anos 80, logo vemos alguns efeitos toscos, como a morta da banheira do quarto 237, além da interpretação da atriz Shelley Duvall que faz a Wendy, que sinceramente eu achei irritante. Em contraponto temos a interpretação impecável de Jack Nicholson, como Jack Torrance, o pai que fica maluco. Os trejeitos, as caras e bocas, o olhar psicopata… Não tem como não ficar apavorado com aquele cara correndo atrás de você com um machado na mão. Outra cena que marcou a época e realmente assusta, é das filhas do antigo zelador. A cena mostra Danny vendo como elas morreram. Num dos corredores do hotel, uma longe da outra por alguns passos somente, mortas e ensanguentadas por conta das machadadas que levaram do pai. Impressionante!

Recomendo o filme e o livro. Essa história tem que ser lida e assistida.

Agora quero ver se consigo assistir a minissérie que fizeram de O Iluminado para ver se dá mais medo do que o clássico de Kubrick.

Anúncios

6 pensamentos sobre “O Iluminado (1980)

  1. O livro foi o melhor q já, mas confesso q achei o filme um pouco arrastado. Mas sem dúvida nenhuma é incrível, com o seu final fantástico e com o Jack Nicholson mais assustador do que nunca. Mas não foi o melhor filme que eu vi do Stanley Kubrick.

  2. Amanda!!!! Há quanto tempo não lia um post seu! Tava com saudade, você sempre foi das minhas blogueiras favoritas.

    Quanto ao filme, é uma obra-prima do terror, sem dúvida, mas a brilhante filmografia de Stanley Kubrick vai muito além. “Glória feita de sangue” (1958), “Lolita” (1962), “Doutor Fantástico” (1963), “2001” (1968) e “Laranja Mecânica” (1971) são momentos maiores do grande cineasta. Claro que você se restringiu a “O Iluminado” aqui. Apenas deixo algumas novas dicas pra você e os demais leitores do blog.

    Já viu minha resenha sobre “Cidadão Kane”? Passa lá!
    E um bjooo!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s