Combate (1962–1967)

Um dos melhores seriados de todos os tempos está na programação do TCM (canal 91, pela Net). É Combate (“Combat!”, título original). A série foi produzida entre 1962 e 1967, e reprisada nas décadas seguintes, conseguindo uma legião de fãs em todo o mundo. Sábados e domingos, às 14 horas. Passa um episódio completo a cada dia. Recomendo com o mesmo entusiasmo que o assistia quando criança.

Combate retrata as aventuras de um esquadrão do exército norte-americano durante a Segunda Guerra Mundial, logo após o Dia D, quando os aliados invadiram a Normandia e começaram a expulsar os nazistas dos países ocupados na Europa.

O que transforma Combate num cult é o fato de não se restringir a mostrar trocas de tiros entre soldados. O tiroteio apenas faz parte de diversas histórias que acontecem naquele cenário de guerra. É ali, no front, numa situação limite, que dramas pessoais são mostrados e analisados de maneira empolgante.

O esquadrão, comandado pelo tenente Hanley (Rick Jason), tem uma patrulha fixa, integrada pelo sargento Saunders (o excelente Vic Morrow, pai da atriz Jennifer Jason Leight), e os soldados Cage, Kirby e Baixinho (Little John), além de Doc (o médico).

Entre os atores convidados, temos mais um esquadrão de astros, como Charles Bronson, James Franciscus, Claude Akins (Xerife Lobo), John Cassavetes, Lee Marvin, Telly Savalas (Kojak), Robert Duvall, Dennis Hopper (Sem Destino), James Caan, Bill Bixby (O Incrível Hulk), Fritz Weaver, Nick Adams (O Rebelde), James Coburn e Ricardo Montalban (Ilha da Fantasia), entre outros.

Atrás das câmeras, a série contou com diretores que depois se consagraram no cinema, como Robert Altman (Mash, Dr. T e as Mulheres, Nashville etc). Mais informações podem ser conseguidas num site excelente: www.combatfan.com.

Em Combate, não há nenhuma manifestação a favor da guerra. Em um dos episódios, um médico alemão se une ao médico americano para salvar a vida de uma criança francesa. Em outro, um soldado ajuda um colega, que lhe devia dinheiro de jogo, e é acusado de só ter feito aquilo por causa da dívida. “Não”, ele diz. “Eu o ajudei porque era o meu dever.”

Lições de dignidade, caráter e amor pelo semelhante tornam Combate uma série que pode ser vista a qualquer tempo, independente de sua ação transcorrer na Segunda Guerra Mundial. São lições das quais nunca devemos nos afastar, seja qual for a guerra, pessoal ou social, em que nós somos os personagens principais.

Anúncios

5 pensamentos sobre “Combate (1962–1967)

  1. O impressionante é o poder de suas palavras. A maneira e a força que você impõe em suas leras nos faz querer ver o que não vimos , mesmo tendo visto. Olhar pelos seus olhos é algo radiante e inovador. Parabéns!!!
    Só me resta, rever Combate.
    Um grande abraço.

  2. Bill,
    Eu assistia ao seriado “COMBATE” junto com os meus irmãos, que o curtiam mais do que eu, já que o tema não era um dos meus favoritos; Você tem toda razão quando afirma que essa série não se restringia a abordar a guerra em si, mas trazia lições de dignidade e caráter pessoais. O TCM é um dos meus canais favoritos exatamente por reprisar filmes e seriados que marcaram a nossa (ainda) inocente adolescência. Através dele posso rever as magistrais criações de Hitchcock, as impagáveis interpretações de artistas como Bette Davis, Joan Crawford, Grace Kelly e tantos outros ícones do cinema antigo.
    Adorei o “passeio” pelo passado.
    Um grande abraço!

  3. Assisti alguns episódios há muitos anos e agora mesmo tendo acesso ao TCM, acabo deixando de lado. Vou tentar ver algum episódio.

    Sobre Vic Morrow, ele foi vilão em vários filmes nos anos setenta e morreu num acidente de helicóptero quando filmava “No Limite da Realidade”, que era dividido em episódios. O episódio em que ele trabalhava foi dirigido por John Landis.

    Até mais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s