Maratona Harry Potter

Começou assim: Eu assisti o primeiro filme, tinha 16 anos e achei tudo muito besta. Estava disposta a não ver mais nenhum, e muito menos a ler os livros. Quando estava já no 5º filme, e eu percebi que toda a estética havia mudado, eu comprei a coleção toda e comecei a ler. E a medida que terminava um livro, assistia o filme correspondente. Pronto, paguei com a língua tudo o que disse até então…

Harry Potter e a Pedra Filosofal – 2001
Dir.: Chris Columbus

Rendeu uma boa bilheteria, e cativou muito mais as crianças ou aqueles que já haviam lido o livro. Engraçado é que só vendo o primeiro filme, não se pode ter a consciência do que a franquia iria se tornar. Os personagens, ainda crianças na faixa de 11 anos (idade do Harry da história) cativam logo de cara, e apesar do filme ser um bom entretenimento do começo ao fim, não vai muito além disso.

A cena do jogo de Xadrez (a mais legal)

Harry Potter e a Câmara Secreta – 2002
Dir.: Chris Columbus

Eu particularmente considero o mais fraco de todos. Mas, ainda assim é possível ver um amadurecimento não só por conta da história mas como também dos personagens, principalmente da atuação do trio Harry, Hermione e Ron. Pra quem não leu o livro, o final dá aquela sensação: Ué, esse Valdomiro vilão de novo? Aí então percebi que a história ia longe…

Harry e o Vô do Clint Eastwood

Harry Potter e o Prisioneiro de Azkaban – 2004
Dir. Alfonso Cuarón

A partir deste filme eu já estava lendo os livros e assistindo o longa correspondente. E apesar de ser um dos melhores livros, achei péssima a adaptação do filme, com uma história pra lá de resumida. Apesar disso, a fotografia estava diferente, mais sombria, soturna. Me dei conta que Rowling sabia exatamente como estruturar toda a trajetória do pequeno bruxo. Um livro a cada ano, de modo que a criança de 11 anos que adorou Harry Potter e a Pedra Filosofal, vai crescendo e amadurecendo conforme o próprio personagem. Desta forma, a gente sabe que essa saga não vai terminar tão fofa como quando começou, e muita coisa tensa iria rolar.

Sirius Team =)

Harry Potter e o Cálice de Fogo – 2005
Dir. Mike Newell

Agora com a direção em mãos inglesas, Newell recusou fazer dois filmes para o 4º livro, enfretando o desafio de enxugar mais ainda um livro para adaptá-lo nas telas. Na medida do possível, deu certo, garantindo uma boa aventura, com cenas que pareciam ser exatamente desta forma que imaginamos quando lemos o livro.

o Mala.

Harry Potter e a Ordem da Fênix – 2007
Dir. David Yates

Yates agarrou e desde então não largou mais a franquia. Este filme tem uma fotografia muito mais soturna, a adaptação foi mediana mas já estamos num estágio onde é impossível ficar completamente decepcionado com um filme. Quando lemos o livro, queremos a representação visual daquilo que imaginamos e lá estão os filmes  para nos satisfazer. A medida que ocorra as principais cenas citadas no livro (diferente do terceiro) uma parte inconsciente de nós já se dá por satisfeita.

Monstro

Harry Potter e o Enigma do Príncipe – 2009
Dir. David Yates

Spoilers no texto.
Aqui rolou uma pequena tropeçada. Se não fosse a própria história de Rowling dar aquela sacudida (com a morte de Dumbledore pelas mãos de Snape) o filme daria um gosto amargo ao fim. Primeiro pela sua adaptação não muito bem estabelecida. Tudo acontece muito rápido, entretanto, os demais elementos do filme permanecem com a qualidade, em destaque para a fotografia e claro a belíssima trilha de John Williams.

Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1 – 2010
Dir. David Yates

Spoilers no texto.
Eu considero o melhor de todos os filmes. E realmente, mas do que arrecadar mais bilheterias, era mais que necessário desmembrar o livro todo em duas partes, para que não se perdesse ou deixasse passar grandes detalhes e cenas. Uma pena é que como Dobby foi tirado do foco do terceiro até o sexto filme, a cena com ele perde um pouco o sentido se você não leu os livros. Enfim, ninguém ligou muito pra isso, pois pelo menos neste filme, Yates não errou. Pior seria não ter mostrado a morte do Elfo.

Vários Harrys. 50 pontos para a Grifinória

E agora, é só aguardar a estréia da segunda parte, e agradecer JK Rowling pelo Universo mágico que ela construiu, mesclando conquistas e perdas, falhas e acertos =)

Aguardem que vem a resenha de Harry Potter e as Relíquias da Morte Parte 2 no próximo post!

Anúncios

9 pensamentos sobre “Maratona Harry Potter

  1. Nossa, Nat, nunca pensei que um dia iriamos divergir opiniões hahaha. Gostei muito de ver você comentando a fotografia da série – ficou fodástico.
    Esta é uma área que prezo muito em qualquer filme. Mas, voltando aos filmes HP. Meu favorito é o Prisioneiro de Azkaban. Alfonso Cuarón deu uma aula de direção cinematográfica naquele filme. A Câmara Secreta fica em segundo favorito. Achei o Enigma do Príncipe divertido, mas me deixou muito revoltado aquele climax pífio que o filme teve – o do livro é absurdamente espetacular. Mas de longe o pior é A Ordem da Fênix.
    O 7.1 é muito bom – único filme do Yates que realmente gostei da cinessérie. Espero que você comente na minha futura crítica do HP 7.2. A srta. nunca comenta meus textos originais :'(
    Beijos e boa estréia de HP para nós. É nóis que voa, Harry!

  2. A CÂMARA SECRETA é justamente meu favorito! Acho a trama individual mais bem estruturada e interessante, a direção de arte no auge da criatividade, e os efeitos visuais em seu melhor momento, além de representar um salto na condução geral do filme por parte de Columbus. Mas no geral foi uma série bem consistente, e, claro, espero ansioso pelo grande finale.

  3. Para você ver como o cinema nos surpreende. Suas impressões sobre os filmes são diferentes da minha, apesar de não haver nenhum erro nisso. hehe. Eu gostei muito de O prisioneiro de Azkaban , acho o filme mais redondo, apesar de o 7.1 ter me arrebatado de vez. E acho o quinto o pior de todos, decepou muita coisa importante e seu eco foi sentido agora, no 7.2 quando maiores explicações foram necessárias. Ainda assim, é a Saga da década. Tenho todos os livros e já me preparado para comprar os filmes.

    • O que me incomodou mto no Azkaban foi a cena da volta do tempo ser tão rápida. Acho que pra gnt que leu o livro, pode até ter captado bem. Mas no filme em si, achei que ficou vago.

      Eu tb quero completar minha coleção de DVDs. Tenho só 3 =)

  4. Adoro a série e já li todos os livros. Também considero o 7.1 o melhor filme, seguido por O Enigma do Príncipe e O Prisioneiro de Azkaban. Acho A Ordem da Fenix o pior longe. Gosto nada do filme. Espero ansioso pelo último. Beijos.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s