O Despertar de uma Paixão (2006)

“If people only spoke when they had something to say, the human race would soon lose the power of speech.”

A dica importante é: se você pegou uma virose, e estiver vomitando que nem o cara do jackass quando come ovo com maionese, assistir esse filme de molho na cama, pode dar uma bad incômoda. Talveza chance de você assistir o filme doente seja baixa, mas isso foi só um desabafo e relato de caso oficial… Vamos lá…

Baseado no romance de Somerset Maugham, The Painted Veil (também o título original que a distribuição brasileira insiste em estragar), temos uma história que ocorre nos anos 20, comKitty (Naomi Watts) uma garota de classe alta, que acaba conhecendo um bacterologista, Walter Fane (Edward Norton, também produtor). Mesmo não amando o Dr., ela se sente pressionada pela família com aquele papo de ficar pra titia (abençoado seja o dia que queimaram o sutiã). Desta forma, se casa com Walter e vão para Xangai.

Lá, Kitty conhece o bonitão Charlie Townsend (Liev Schreiber), casado, mas que parece ser mais interessante do que Walter. Não demora muito para Kitty se apaixonar pelo cara, visto que com Charlie, Kitty tinha um companheiro de verdade, e Walter era um cara de poucas palavras.

Ocorre que Walter descobre o adultério, e como forma de punição, decide se voluntariar para uma vila da China onde a Cólera estava aterrorizando. Como Kitty não obtém apoio de Charlie, e querendo evitar um divórcio tumultuoso, ela acaba indo com o marido. Pronto. Aí começa todo o filme, e embora seja fluido bem devagar sua trama (o filme permite isso), toda a segunda parte do longa, vale cada atenção.

E ir além é estragar seu contexto e sua poesia embutida em mais imagens do que palavras. A fotografia do filme é bonita, e o elenco é compentente. Temos ainda Toby Jones, fazendo o papel de Waddington, um comissário que também fica na vila da cólera, e acaba se tornando uma companhia para o casal Fane.

O romance ainda mostra sobre o perdão, e sobre como um lugar e um fato ruim, pode modificar as pessoas ou fazerem elas perceberem detalhes numa outra pessoa, que foram ignorados enquanto estavam numa área de conforto. O filme é sobre amor. E cólera, claro…

Anúncios

4 pensamentos sobre “O Despertar de uma Paixão (2006)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s