Os Intocáveis (1987)

“Scoop: Word is they’re going to repeal Prohibition. What’ll you do then?
Ness: I think I’ll have a drink.”

yyyyy0

untouchBaseado em fatos reais, o longa conta sobre o agente federal Eliot Ness (Kevin Costner), que recebe a tarefa de capturar o mafioso Al Capone (Robert De Niro). Era Chicago, déc 30, num período em que a bebida alcóolica era proibida, mas mesmo assim, estava rolando o tráfico delas, e Al Capone obviamente estava envolvido. Com direção de Brian de Palma, a sinopse tem tudo para se parecer com um filme fraco. Afinal, Eliot Ness juntar uma equipe para capturar Al Capone, que conta com um policial veterano, um novato e mais um contador, soa como uma aventura policial amadora.

Mas, subestimar a história é só pra no máximo o começo do filme. Bem o começo mesmo. Pois até nas ceninhas cuja comicidade fala mais alto, não parece prejudicar a trama com um todo. E sim, a equipe recrutada por Ness para capturar o lendário Al Capone é de fato um time de talento.

untouch2

O veterano Malone (Sean Connery), o contador Wallace (Charles Martin Smith), e o novato com nome falso, George Stone (Andy Garcia super novinho), tem um entrosamento bom e  praticamente natural, todos com boa vontade para ajudar Eliot Ness numa missão de fato complicada. Afinal, se trata de Al Capone, certo? O cara que está infiltrado em todo lugar, e que nunca ninguém consegue provas para pegá-lo, mesmo sendo óbvio sua culpa.

Kevin Costner também cumpre bem o papel. Ele (até a grandiosa cena da escada) parece não destacar tanto, ficando na versão Agente Noob. Mas, como é exatamente esta a ideia, ele não decepciona. De Palma pensou em inúmeros outros artistas para o papel de Ness como Jeff Bridges, Mel Gibson, Michael Douglas, mas depois que assistimos, fica difícil imaginar Eliot Ness em qualquer outra pessoa que não Costner. E sim, a estrela ofuscante que brilha é De Niro. Mesmo que seu papel fosse secundário quando falamos em aparições em cena, ele carrega uma interpretação forte, de uma figura forte, que não precisa surgir durante o filme todo para notarmos ele. Al Capone estava lá em todo lugar, mesmo que suas cenas fossem poucas. E aliás, mesmo que poucas, eu diria impactantes. O que é aquela cena do jantar com Al Capone e os capangas? Sensacional. E de fato aconteceu. Com o taco de Beisebol e tudo mais…

untouch3

E se o mundo acabasse amanhã e você não tivesse tempo para ver muitos filmes, vale a pena ver ao menos a cena da escada da estação de trem. Foi completamente baseada (soa como homenagem, melhor dizendo) no russo O Encouraçado Potenkim e carrega tanta tensão que é de prender a respiração até o último/primeiro degrau. Brian de Palma ganha uma estrelinha a mais só por isso.

Anúncios

3 pensamentos sobre “Os Intocáveis (1987)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s